Mercúrio Retrógrado ou Mindset Retrógrado?

Dizem que quando mercúrio está retrógrado, as coisas têm tendência a não irem muito bem. Astrologia à parte, vamos pensar um pouco sobre os períodos que as coisas “não vão muito bens”.

Sinceramente, quantas vezes no seu dia você se pega pensando e se cobrando das coisas que você não fez, ou que não estão saindo da forma que você gostaria, ou que não deram certo?

Estamos o tempo todo sendo lembrados do que não fizemos, das tarefas que não cumprimos, das ligações que não atendemos e dos e-mails não respondidos. E a falta de habilidade em lidar com isso pode levar ao estresse e a distúrbios de ansiedade e humor.

Estudos hoje levantam números alarmantes sobre como cresce o número de pessoas com transtornos mentais, para você ter uma ideia a Organização Mundial da Saúde alerta que 1 entre cada 4 pessoas sofrerá com algum transtorno da mente ao longo da vida.

Você pode até atribuir as coisas que não estão indo muito bem à uma causa como Mercúrio Retrógrado, mas sinceramente, achar um “responsável” pelos problemas que está enfrentando é apenas uma maneira que seu subconsciente encontrou para não enfrentá-lo, para fugir e isso, pode prejudicar, única e exclusivamente sua saúde mental.

Quantas vezes você deixou de treinar, de fazer algo que te faz bem, por estar focada demais nas coisas ruins que estão te acontecendo? Quantas vezes você se utilizou da falta de tempo para não cuidar da sua saúde?

Que tal parar de sempre utilizar uma historinha ou um culpado para as coisas e começar a enxergar as coisas boas que você anda fazendo?

Os melhores recursos para a sua saúde mental e para o seu avanço com sua saúde e performance é:

Analisa as coisas positivas que aconteceram no seu dia;

Comemore cada passo dado, cada conquista, por menor que ela seja;

Agradeça pelos desafios que te aparecem e aprenda com eles.

Pode reparar que depois dos “vales” sempre há os “picos”, o que isso significa? São após os “mercúrios retrógrados”, fases de desafios, que temos as melhores fases, isso se você não inventar de ficar lá remoendo a dor.

Então é hora de arregaçar as mangas, assumir o controle da sua vida e partir para ação!

Texto por Marina Weisshaupt