Suplementação de Bicarbonato de Sódio no CrossFit

O bicarbonato de sódio (SB) tem sido proposto como um auxílio ergogênico, pois melhora o desempenho de exercícios de alta intensidade e resistência.

Em um estudo 21 participantes treinados para o CrossFit foram alocados aleatoriamente em dois grupos e submetidos a dois ensaios separados por um período de 14 dias.

Os participantes ingeriram até 150 mg/kg de peso corporal  de SB em regime de dose progressiva (subindo gradualmente durante os dias, para não gerar nenhum efeito adverso como o desconforto gastrointestinal, assim, respeitando a introdução adaptativa) ou placebo por 10 dias.

Antes e depois de cada teste, os testes Fight Gone Bad (FGB) e incremental cycling (ICT) foram realizados. A fim de examinar as respostas bioquímicas, amostras de sangue foram obtidas antes e 3 min após a conclusão de cada teste de exercício.

Nenhum efeito colateral gastrointestinal (GI) foi relatado durante todo o protocolo. O desempenho geral do FGB melhorou sob SB em ~ 6,1% e superior significativamente ao placebo (aquele que não suplementou). O número de repetições concluídas em cada rodada também melhorou sob SB.

Além disso, nas TIC, o tempo para o limiar ventilatório, carga de trabalho realizada e frequência cardíaca foram melhores no gurpo SB.

Em conclusão, a suplementação de SB em dose progressiva eliminou os efeitos colaterais GI e melhorou o desempenho dos exercícios no CrossFit. Converse com o seu nutricionista para saber se há indicação dessa suplementação para o seu caso e como deve ser administrado.

Fight Gone Bad (FGB)

  • 3 rodadas em 17 minutos
  • 1 minuto de bolas de parede (20/14 lb)
  • 1 minuto Sumo Deadlift High-Pulls (75/55 lb)
  • Saltos de caixa de 1 minuto (20 pol)
  • 1 minuto Push Press (75/55 lb)
  • 1 minuto Row (calorias)
  • 1 minuto de descanso

Incremental cycling (ICT)

Cada teste começou com uma carga de 50W para mulheres e 75W para homens. A carga foi então aumentada a cada 1,5 min por 25W.

Cada teste começou com uma carga de 50W para mulheres e 75W para homens. A carga foi então aumentada a cada 1,5 min por 25W. O ponto de fadiga (fim do experimento) foi observado quando uma cadência constante de 65 ± 5 rpm não pôde mais ser mantida, apesar do encorajamento verbal fornecido pelos pesquisadores.

Se ficou alguma dúvida, compartilhe conosco nos comentários!

Abraço,

Rodrigo Moreira