CrossX Entrevista: Guilherme Domingues, destaque no CrossFit

Guilherme Domingues é sem dúvidas um grande destaque do CrossFit atualmente. Foi o 03º colocado no TCB 2016.

Parceiro do CrossX, tivemos a oportunidade de entrevistá-lo e as respostas foram inspiradoras! Confira abaixo.

Há quanto tempo pratica CrossFit?

Pratico CrossFit já há 07 anos!

Como conheceu e por que se apaixonou pelo esporte?

Conheci o CrossFit através de um amigo que me desafiou a fazer uma aula com ele. Já praticava vários esportes e ele me incentivou a fazer um treino.

Me apaixonei pelo CrossFit por causa da inclusão. Qualquer que seja o seu nível, ele te coloca no caminho… Desde uma pessoa com várias limitações até um atleta olímpico, ambos conseguem praticar o CrossFit. Foi assim que me apaixonei pelo esporte e pelos desafios diários que ele nos proporciona.

Qual o maior desafio e motivação?

Acho que o maior desafio vem do fato de eu estar sempre competindo e querendo me manter entre os melhores do Brasil.

E a motivação vem disso! De querer estar sempre entre os melhores. Também vem das pessoas ao meu redor, que mandam mensagem diariamente, que me consideram um incentivo, uma referência. E, claro, minha filha e minha esposa.

Qual o seu maior objetivo para 2020?

CrossFit Games! Acho que todo atleta brasileiro que compete nas nacionais, visa um dia ir para o Games. Esse é nosso maior desafio.

O que espera do CrossFit para os próximos 5 anos?

Acredito e espero que o CrossFit nos próximos anos estará cada mais organizado e rigoroso. A gente terá uma evolução muito grande do esporte, só tende a crescer cada vez mais. Posso dizer que é imparável o crescimento do CrossFit.

Curiosidades sobre você: uma como atleta e outra sobre a sua vida pessoal.

Uma curiosidade pessoal: já fui forneiro, pizzaiolo e já trabalhei em um escritório de contabilidade com o meu pai como office boy!

Como atleta: tenho uma cirurgia no punho, tem um parafuso nele e isso me limita alguns movimentos. Tenho também uma tênue sinusite que perco um pouco a pegada quando está mais aguda.

Qual conselho daria para as pessoas que ainda estão vivendo uma vida sedentária?

Acho que é meio clichê essa frase, mas se você não arranjar tempo para cuidar da sua saúde, vai ter que arranjar tempo para cuidar da sua doença. Faz um esforço, pelo o mínimo que você fizer hoje, colherá bons frutos lá na frente. Esse é meu conselho!