CrossX Entrevista: Gabi Morati, um destaque no CrossTraining

A Gabi Morati frequenta os boxes de CrossTraining há quase 5 anos, e concilia a prática da modalidade com os treinos para garantir as melhores colocações nos campeonatos de CrossTraining. Conheça mais sobre a atleta.

Conheça mais a relação da Gabi com o esporte

Há quanto tempo treina CrossFit?

4 anos e 7 meses.

Como conheceu a modalidade? 

Passei em frente a um crossfit perto da minha casa e me interessei!

Qual o movimento que mais gosta e qual é o mais desafiador?

O que eu mais gosto é o HSW e o mais desafiador é o muscle up.

Como é conciliar os estudos de Medicina com a vida de atleta?

É cansativo e desafiador mas muito gratificante. Sou o exemplo de que é possível conciliar a vida de atleta com a de estudante. Eu diria que a palavra chave pra conseguir é organização. Tenho uma rotina bem regrada e procuro mantê-la sempre, para isso não fico enrolando nos treinos, e nem nos estudos.

Principais conquistas como atleta?

Em 2017 peguei 2º lugar no TCB na categoria teens. Já em 2018, peguei 2º lugar na seletiva do TCB de Jundiaí na categoria elite. No ano seguinte eu ganhei o Spunk Games, e o Bope Games. Este ano garanti o 2º lugar no TCB na elite.

Quais os planos e objetivos para 2020? 

Para 2020 tenho dois objetivos principais: pegar pódio com meu time no BCC e ganhar o TCB na categoria individual feminina.

O que te inspira?

A minha maior inspiração no esporte é a minha treinadora Tata Rebane. Não só pela capacidade atlética dela que pra mim é algo completamente fora do normal mas também pelo bom coração que ela tem com os atletas e os alunos da academia. Ela me acolheu como filha quando entrei na Blacksheep. Quero ser como ela não só no lado atleta, mas no lado pessoal também.